Pudera olhar o tempo,vivê-lo.Estamos enfáticamente estranhos senão mesmo capturados.Vidas e mares.A exaustão é extrema.
Difuso mar,a ousadia é a nossa solidão .Aqui ou algures o vento
nos cinge.Ávida terra.Neste silêncio cantamos.Outra fôra a vi-
da iludida.Premissa de terras e sonhos que amo.