Vozes Perdidas

Abraça o tempo meu amor, abraça a lucidez dispersa algures. Vozes do nosso silêncio, vozes da nossa loucura. Aqui estamos como nunca, luar e sonho, luar e conflito. Deus da Terra e do silêncio. Além, este silêncio, meu amor do desconexo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s