Sentires

Percorro a ilusão da vida e dos silêncios. Áspero encanto de fugas, e fecunda-se a dor. O sofrimento é alheio, a vida pertença de luares e devaneios, terra alheia de existências. Sucumbir é o verbo a conjugar e alegrias estranhas florescem acontecidas. É este o presente.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s