Memórias

Vinde olhar o tempo, vinde fluir acontecido. Destroçada memória. Neste amor o céu transluz. Enigmas e sonhos. Cativo instante da nossa loucura. Amo-te os paradoxos do tédio, amo-te a solidão que desconheço. Vinde olhar fluir acontecido.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s