O Nosso Eterno Exílio

A Celebração da Vida

Quem te esqueceu nos confins da vida

e da ternura

Quem te ignorou nos confinados

silêncios da graça

Quem ?

Redimidos na efusiva festa do destino

soltos rimamos o abraço e a vida

Além de ti serenamente abraçamos

o olhar

Ladeira íngreme

absoluta

do nosso destino

Deste nós o alvor da esperança

De nós o mais infundado ser

Por nós a celebração da vida

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s