A Liberdade da Memória

Outros conflitos outras guerras sucedem-se. Silenciosamente mas tão vibrantes e não menos destrutivas, imersas de enfado e injustiça. Homens, artefactos, poeira ofuscante e desejo. Desespero e finitude. Ejectamo-nos para além da dádiva. Que figurinos e destravadas razões de nunca ser.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s