O Nosso Eterno Exílio

Terra Prometida

Quem nos dirá a filha da desgraça cogitada ?

Sorrateiros caminhamos abraçados a irresolúveis

cansaços

Nada nos esmaga voamos a séculos

Negreiros nos alicerçam góris

Futurismos

Presentes e passados nos distraiem

a lógica dos princípios

Voamos qual Adónis à terra prometida

E não sei se o umbigo tem reversos

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s