Vozes Perdidas

Algures o eco. Algures o sonho, algures o voo. Terra dispersa da nossa contradição. Ávida terra do nosso descaso. Presença siderada de um voo ignoto, ravinas da nossa solidão. Neste entretanto a heresia de vozes amordaçadas. Pudera voar como um sonho aspergido. Nosso luar, nossa contradita miragem

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s