Vozes Perdidas

Obscuro sentido.Estivera caminhando.De trevés a miragem.Ofensa ritual de sonhos perdidos.Neste luar de fossos a interrogação. Fosse a margem desconhecida,fosse a calçada o outro voo cingido.Margens acontecidas e perenes.Sim,eis o eco da ternura.Meu algures minha herética fuga.Fosse a presença silêncio.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s