Vozes Perdidas

Rostos dispersos de voo e anarquia.Algures este cansaço.Estamos em território algum.Nossa margem acontecida.Ama-se o tempo,visceral incerteza.Caminhantes da agonia.Território disperso dos olhos vendados.Errante incerteza da nossa outra margem onde a coronha nos abençoa o pai nosso de cada dia.Aqui na fuligem do tempo meramente esquecidos.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s