Vozes Perdidas

Visceral fosse a noite.Além da incerteza o nosso voo.Pudera neste cansaço amar a ternura da via.Suor,margem da ilusão. No cansaço aluímos como nunca.Terras naufrágio,terras incertas de vazio.Na margem oposta a alteridade da solidão. Fosse o caminho outro como nunca,luares absurdos da vida.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s