Vozes Perdidas

Por outros os sonhos viajam.Estamos fugindo na largura dos voos.Fosse a voz outra a ternura diversa.E os silêncios voam acontecidos.Que miragens meu amor que voos nos ascedem a memória do desejo.Neste esboço de luas o sonho.Sim aqui estamos como nunca terra acontecida e dispersa.E em vós a saudade que nos esquece os sonhos.Porventura sim o devaneio de incertas terras.Aqui estamos meu amor.Voraz o senso da vida voraz a ausência do sonho.Luares de terra e voo meros luares de uma noite desconhecida e por demais sentida.Nosso afago nossa ternura voraz.E amo-te os silêncios que esqueci e perdi.Algures neste devaneio o insepulto grito.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s