Vozes Perdidas

Caminhadas,luares ao vento.Nas terras incertas o desvairo.Livre fosse o eco da vida .Neste bem -querer o devaneio.Ó noite íntima do voo.Seja incerto o caminho como a certeza.Algures imprecisa terra a via se esconde para além,noite perdida noite bem devassa.Siga o caminho da outra revelação que nos ofende e dói.Houvera o teu silêncio voando

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s