Vozes Perdidas

Tenho a vida incerta de sonho e devaneio,tenho-a em redondilha.Fosse a noite austera de quietude e incerteza.Mareja o tempo para além da vida.Rosto impreciso da vida.Temos a dispersa estrada de caminhos fluindo,nossa noite dispersa.Soubera voar ,voar, imprecisa luz de outros amanhãs..Aqui estamos voando por destinos cogitados.Houvera voos dispersos em sangue,houvera silêncios dispersos na magia do tempo.Que mágoa,insepulta no silêncio

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s