Memória Sem Nome

Tenho o encanto de uma memória
sem nome
tenho a lucidez descerrada
de uma paz sem honra
tenho o fastio da vida
Algures é o sonho
e a tua memória de rituais inconfessos
perdura
Tenho o nome destes silêncios esconjurados
Ó liberdade sem desterro

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s